top of page

Manifesto Ágil

Muito se fala ultimamente nas empresas sobre agilidade, em ser mais ágil, RH ágil, business agility, e outros termos da moda. Mas de onde veio tudo isso? Será que estamos sendo realmente ágeis?


Acreditamos que todos os agilistas DEVEM saber a história do manifesto ágil, os valores e principalmente os princípios, pois os frameworks existentes são meios, são formas de atingir o mindset ágil descrito no manifesto.


O manifesto foi criado em 2001, por pessoas que já praticavam formas diferentes de criar software. Inicialmente buscavam formas mais leves e eficazes de gerar produtos de valor.


O manifesto ágil é divido em duas partes – valores e princípios.


VALORES

Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazerem o mesmo. Através deste trabalho, passamos a valorizar:


> Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas

> Software em funcionamento mais que documentação abrangente

> Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos

> Responder a mudanças mais que seguir um plano


Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita, valorizamos mais os itens à esquerda.


PRINCÍPIOS ÁGEIS

  1. Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente, através da entrega adiantada e contínua de software de valor.

  2. Aceitar mudanças de requisitos, mesmo no fim do desenvolvimento. Processos ágeis se adequam a mudanças, para que o cliente possa tirar vantagens competitivas.

  3. Entregar software funcionando com frequência, na escala de semanas até meses, com preferência aos períodos mais curtos.

  4. Pessoas relacionadas à negócios e desenvolvedores devem trabalhar em conjunto e diariamente, durante todo o curso do projeto.

  5. Construir projetos ao redor de indivíduos motivados. Dando a eles o ambiente e suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho.

  6. O Método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para, e por dentro de um time de desenvolvimento, é através de uma conversa cara a cara.

  7. Software funcional é a medida primária de progresso.

  8. Processos ágeis promovem um ambiente sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e usuários, devem ser capazes de manter indefinidamente, passos constantes.

  9. Contínua atenção à excelência técnica e bom design, aumenta a agilidade.

  10. Simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito.

  11. As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de times auto organizáveis.

  12. Em intervalos regulares, o time reflete em como ficar mais efetivo, então, se ajustam e otimizam seu comportamento de acordo.


SOMOS REALMENTE ÁGEIS?

Sempre nos questionamos o quanto ágeis estamos sendo em nosso trabalho. E para conseguir ter uma ideia mais clara, é muito importante sempre responder a seguinte pergunta: estamos praticando em base diária os valores e os princípios ágeis descritos acima?

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page